segunda-feira, 26 de maio de 2014

PILOTO EXPERIENTE

 
Piloto Experiente Como definimos um piloto experiente?
 
Será que é aquele capaz de fazer coisas incríveis com sua motocicleta e que possui muita habilidade no guidão? Ou será aquele que, consistentemente, adapta sua pilotagem às condições da estrada e do tráfego, identificando os perigos, controlando efetivamente a velocidade e o posicionamento da motocicleta?
 
Todos os dias vemos motociclistas (geralmente com motos de baixa cilindrada) fazendo verdadeiras acrobacias nas ruas, “deslizando” pelo trânsito como se fossem um piloto de caça em um show aéreo.
 
Será que eles são pilotos experientes?
 
Eu não acho
 
No Brasil, 98% das mortes por acidentes envolvendo motocicletas, ocorrem com pessoas na faixa entre 16 e 26 anos. Isto mesmo, 16 anos!
 
Tem muito adolescente andando nas ruas, sem habilitação!
 
Será que sair em aceleração forte, fazer ultrapassagens perigosas, arriscando sua vida e a vida e propriedade alheias, indica um piloto experiente?
 
Eu acredito que um piloto experiente é aquele que pilota com segurança.
E segurança numa motocicleta é sinônimo de controle.
Assim, você deve, primeiro, controlar-se (ser consistente com suas habilidades), controlar sua motocicleta e as condições à sua volta.
 
Qual o segredo para uma pilotagem segura?
 
É não deixar nada ao acaso.
 
Começando pela manutenção cuidadosa da motocicleta, desde a troca de fluídos até a correta calibragem dos pneus, passando pela verificação das condições dos freios e dos pneus.
 
Vestir-se com roupa e capacete adequados, entre outros.
 
Ser consistente com suas habilidades quer dizer ter capacidade para controlar sua motocicleta em todas as condições de piso, seja seco, molhado ou com lama.
 
Saber parar corretamente, em linha, sem desviar a trajetória da motocicleta.... Ser capaz de fazer curvas em baixa velocidade, especialmente no tráfego urbano.
 
Quer dizer saber identificar as condições de uma curva que se aproxima, ajustando a velocidade de acordo.
 
Quer dizer manter uma distância segura do veículo à sua frente e do veículo atrás de você.
 
Reduzir a velocidade em caso de piso molhado ou de chuva.
 
Se não estiver pilotando com segurança, o que você estará fazendo é participando de um jogo no estrada.
 
E este jogo, muitas vezes, reserva um acidente como prêmio ao perdedor.
 
Quando não, com certeza um bom susto.
 
Jogo é coisa de casino ou do computador de casa e deve ser deixado para estas ocasiões.
 
Pilotagem é coisa séria, pois envolve sua vida e a vida de outras pessoas (inclusive sua garupa).
 
Faça a sua cabeça e discipline-se para sempre pilotar com o controle total sobre você mesmo, sua motocicleta e o ambiente onde você está rodando.
 
Parece que teremos um fim de semana de sol, aqui no Sul.
 
Vamos aproveitar para tirar nossas máquinas da garagem e fazer excelentes passeios, com segurança.
 
 
 

sexta-feira, 9 de maio de 2014

quinta-feira, 8 de maio de 2014

HUMAN SCALES

Este filme era apenas para divulgar uma jaqueta, mas incontestavelmente a Norton roubou a [cena]

 
 
 

terça-feira, 6 de maio de 2014

VALE A PENA VER DE NOVO "OLHANDO PARA DENTRO"

 
Ser diferente, contra algo vigente, usar roupas que não estão na moda, cobrir o corpo de tatuagens, piercings, alargadores. Não seguir as regras, não ser como a maioria. Tenho orgulho do meu estilo. Sou repreendida por estar fora do padrão, mas quer saber de uma coisa?
 
Ser assim, faz parte da minha felicidade e desse sentimento, eu não vou abrir mão. Abdiquei de tantas coisas nesta vida, pra atender as vontades alheias. Chega de ouvir calada, chega de não me expressar. Aonde está a diversidade que tanto defendem?
Aonde foi parar a nossa liberdade? Se ser singular é motivo de crítica, o nosso país, deveria ser criticado constantemente. Criticado pela singularidade na corrupção, na fome. É, esse papel os políticos sabem desempenhar com enorme maestria. Por falar em maestria, que tal comandarmos essa luta? Uma luta contra o preconceito, os olhares tortos, os desrespeitos, o egocentrismo.
 
É preciso liberar o que temos por dentro. Não pense, aja. Expresse sua opinião, é de pessoas assim, que o mundo precisa. Vamos, o que vc ainda está fazendo aqui? Levante dessa cadeira, fale tudo o que está engasgado, guardado aí dentro.